Aprende-se a rezar, rezando!

Todos temos a capacidade de rezar! Mas: como rezar!? A verdade é que só Deus pode ensinar-nos a rezar; mas isto não significa que a oração esteja fora do nosso alcance. Aprende-se a rezar, rezando! Há vários métodos de oração. Cada um pode encontrar o que mais o ajuda. Neste espaço, são dadas duas sugestões que podem ajudar-te a começar: a primeira é com base na Palavra de Deus; a segunda é uma proposta para rezares o teu dia e leres a tua vida à luz de Deus.

12

1» Algumas PISTAS para a oração:

Preparação. Busca um lugar tranquilo e cómodo, no qual possas estar sem distrações ou interrupções. A constância de lugar ajuda a centrares-te. Busca o que mais te ajuda a estares na presença de Deus (por exemplo, a Bíblia, uma vela, um ícone,…). Tem à mão o que precisas: a Bíblia, um caderno de apontamentos, algo para escreveres,…

• Começa com uns breves minutos de silêncio: costas direitas, respiração profunda, olhos fechados… ajudar-te-ão a mudar o chip da correria do dia-a-dia para entrar num ritmo mais pausado, onde é possível o diálogo sereno. Pode ser que venham à cabeça um conjunto de pensamentos, preocupações, tarefas a fazer, pessoas,… não os rejeites! Antes, diz ao Senhor: “Venho com tudo isto; entrego-to, ponho-o nas tuas mãos, Senhor”.

• Toma consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo. Para isso, pode ajudar-te uma petição simples ou expressão: “Sei que estás aqui, Senhor”, “Graças por estares comigo”; “Vem, Espírito Santo”; “Quero descobrir-Te em mim e na vida”; “Quero conhecer-Te, Senhor”… ou o que mais te ajude.

• Toma o texto da Palavra de Deus (pode ser, por exemplo, o da liturgia do dia). Lê-o atentamente e deixa-te ficar na frase que mais te tocou o coração. Se se trata de um episódio, contempla as pessoas que aí aparecem (que fazem, que dizem, que sentem, que pensam,…). Sobretudo repara na pessoa de Jesus (o que diz, como diz, os seus sentimentos, atitudes, critérios,…).

Anota no teu caderno, se te ajudar, que sentimentos experimentaste, que pensamentos, que questões, que desafios,… que mensagem reténs?

• Despede-te de Deus, dando-Lhe graças pelo tempo de relação. Pode ajudar rezares o Pai-Nosso, o Glória, etc.

 

2» Para REVERES O DIA… em oração:

1. Situa-te na presença do Senhor; deixa-te olhar por Ele.

2. Recorda os momentos principais do dia na companhia do Espírito Santo.

3. Em que gastei as minhas energias hoje?
a) Em torno a mim mesmo/a e aos meus interesses? Ou no serviço aos outros, no cumprimento das minhas tarefas?
b) O que posso agradecer? O que foi dom de Deus?
c) Pedir perdão se canalizei a energia em função de mim…

4. Quais os meus sentimentos ao longo do dia?
a) Pôr-lhes nome, sem culpas, mas assumindo-os porque são meus
b) Ver a origem desses sentimentos e perguntar-me que quero fazer com eles (aqui está a minha liberdade)
c) Apresentá-los ao Senhor com o que me sugerem

5. Onde Se fez presente o Senhor, no dia de hoje?
Em alguma luz ou ideia que ouvi, li, rezei,…? Em algum encontro pessoal, gratificante ou não? Alguma situação social ou do meu ambiente, seja boa ou má?

6. O que me está a pedir o Senhor?
a) No meu interior
b) Através das circunstâncias

7. Dialoga espontaneamente com o Senhor, confiando-Lhe o dia vivido com toda a sua carga de dom, esperança, debilidade ou pecado.

8. Pede-Lhe que te dê luz para os desafios de amanhã. Dá-te conta dos sentimentos que vêm à tona enquanto perspetivas o que está para vir e transforma-os em oração de petição, louvor, gratidão,… Termina com a oração do Pai-Nosso ou outra.