A carregar

 

COMTIGO no Banco Alimentar contra a Fome

 

DSC00281

 

A experiência de voluntariado que vivi, nos dia 30 de Novembro, no Banco Alimentar foi deveras gratificante e refletiu o grande espírito de partilha de todos os membros do CoMTigo.

Pessoalmente, fiquei bastante surpreendido com o ambiente que se fazia sentir no armazém porque nunca iria imaginar que a aderência a esta iniciativa fosse tão grande. Realçaria, também, o espírito de ajuda e de animação que se fez sentir ao longo de toda a tarde apesar do trabalho ser constante, sem pausas para descansar e, dependendo de caso para caso, até poderia ser chamado de exaustivo. Apesar de a grande maioria nunca se ter visto fora do armazém, no interior deste trabalhou-se de forma rápida e precisa, com uma grande união, podendo-se comparar a azáfama dentro do edifício a uma máquina bem oleada. Tendo em conta isto, considero que os organizadores desta iniciativa fizeram um trabalho esplêndido e que, sem qualquer margem para dúvidas, é um grande exemplo do poder transformador que todos podemos apresentar se trabalharmos como uma equipa para atingir objetivos coletivos.

 A experiência motivou-me a dar um pouco mais de mim e sei que nunca a vou esquecer, dado que era algo que eu já queria viver desde muito pequeno. Considero que ela superou todas as minhas espectativas (algo que era difícil visto que estas eram muito elevadas) e acho que só pecou por ser tão curta.

 Acho que foi um belo ponto de partida na apresentação do ComTigo, não como fechado, que trabalha apenas para si mesmo, mas como um grupo que procura fazer a diferença no dia a dia de todos os que com ele se cruzam. Posto isto, e em jeito de conclusão, espero que o grupo continue a dinamizar mais atividades destas, com cada vez maior abrangência e frequência, quer associando-se a outras organizações, quer a nível de grupo independente que este é.
                                                                                  Francisco Cruz